Dentição: atenção especial                                                     

Por ser um roedor, a dentição da chinchila está em permanente crescimento.

Para promover o correto desgaste da dentição e evitar a má oclusão, deve-se:

  • fornecer ração de qualidade, no grau de dureza adequado;
  • fornecer alfafa em cubos ou em ramas (preferencialmente em cubos);
  • disponibilizar na gaiola brinquedos, tocas ou pontes feitos de madeira pinus (branca) não tratada quimicamente. Saiba mais sobre os tipos de madeira considerados tóxicos para chinchilas na seção sobre Produtos Específicos - Brinquedos em produtos-chinchila.php. Pode-se também oferecer a casca do côco marrom (com os fiapos, eles adoram!) porém retirando-se toda a polpa branca, deixando só a casca.
O crescimento desordenado dos dentes (de causa hereditária), o crescimento alterado de um dente quebrado num acidente ou ainda a descalcificação que pode decorrer de partos consecutivos, podem causar a má oclusão dentária.

Os sintomas iniciais da má oclusão são: prostração, dentes incisivos curvados para dentro. Neste caso, procure rapidamente um veterinário antes que seja tarde!

Sintomas em fase avançada: chinchila babando, não conseguindo mastigar a comida causando desnutrição, lacrimejando (o dente pode pressionar a órbita ocular).

Tratamento: na fase inicial o tratamento mais comum no caso dos dentes incisivos é o corte dos dentes e no caso dos molares, os veterinários lixam. Se estiver em fase avançada, às vezes (e infelizmente) é necessário sacrificar o animal. Leia mais em Enfermidades - Má Oclusão.

Por isto, não descuide da saúde dental do seu chinchila! 
Protected by Copyscape Duplicate Content Checker
Crie um site gratuito com o Yola.