Cuidados ao comprar seu primeiro chinchila (ou mais um chinchila)                   

Ao comprar seu chinchila, é interessante que ele seja sadio. Para isto, verifique se: 

- o chinchila é ativo, que foge ao tentar ser pego. Estar quietinho num canto e ser pego facilmente não é um bom sinal, pode estar prostrado por estar doente;

- olhos brilhantes, mostrando vivacidade;

- sem secreções, evitando que esteja com conjuntivite (olhos), uma otite (ouvidos) ou metrite (inflamação no útero, causando corrimento purulento), por exemplo;

- pêlo limpo e sedoso (que entrega a higiene e os cuidados do local);

- pêlo uniforme, sinal de que não apresenta fungos nem tricofagia;

- se o chinchila mostrar-se um tanto agressivo ao ser pego, tanto poderá demonstrar que é de fato agressivo, como também por outro lado, demonstrar que está bem e simplesmente sabendo defender-se. Digo isto porque já recebi o conselho de não comprar o chinchila que se defender demais, mostrando-se 'agressivo'. Porém, não segui o conselho e comprei um... Hoje este chinchila que ficava de pé mostrando os dentinhos e grunhindo quando alguém tentava pegá-lo na sua gaiola de exposição é um dos mais carinhosos que possuo em minha criação;

- quem lhe vendeu sabe o que é um chinchila e as necessidades específicas para que possa lhe orientar sempre que necessário.

Obviamente se optar por adquirir um chinchila que não esteja gozando de plena saúde, deverá tomar algumas precauções como providenciar consulta veterinária para checar o estado de saúde geral o mais breve possível, criá-lo em quarentena até que esteja em condições de conviver com os demais, zelar pela sua recuperação, etc. Enfim, o importante é manter a saúde do seu pet!

Porém, comprar um chinchila em uma loja não é a única opção. Hoje em dia vivemos num mundo informatizado e temos a comodidade de fazer nossas compras através da tela de um computador. Temos muito mais acesso a locais que antes não tínhamos. Neste caso, é importante que compre de um net-vendedor ou criador indicado por alguém de sua confiança. Sempre peça fotos do chinchila que está sendo negociado, pergunte sobre estado de saúde do chinchila, se o criador faz controle de doenças hereditárias como má-oclusão e tricofagia, por exemplo. Infelizmente há vendedores e criadores iniciantes desonestos por aí. Desconfie de valores exorbitantes ou baixos demais. Pesquise bem antes de efetuar a compra e negociar valores. Dê preferência por adquirir seu chinchila em condições que possa ter contato visual tanto com o chinchila como com o criador/vendedor.  Neste caso, uma webcam é extremamente conveniente.

Ao decidir comprar o chinchila, você deve providenciar:

- Gaiola adequada, sem rodas, sem plataformas/rampas de acesso/ fundo feitos de grade para evitar acidentes;

- Bebedouro específico para chinchila (fixo à gaiola e com bico de metal acionado quando mordido), projetado para evitar que ele danifique o bebedouro causando vazamentos;

- Comedouro fixo à gaiola para evitar acidentes ou que seu chinchila fique molhado provocando aparecimento de fungos na gaiola e no chinchila;

- Toca em aço galvanizado ou madeira, para que seu chinchila sinta-se mais seguro nos primeiros dias de adaptação ao novo lar e ao novo dono;

- Ração peletizada (não extrusada) específica para chinchila, sem grãos oleaginosos ou raízes;

- Alfafa em cubos ou em ramas;

- Água filtrada (preferencialmente) à disposição, trocada diariamente. 

Importante: lembre-se que o ideal é comprar sempre uma gaiola para cada chinchila (a não ser que já compre chinchilas adaptadas entre si), visto que a adaptação entre elas geralmente não é imediata e pode até levar meses ou mesmo nunca acontecer, levando ao fato a criá-los separadamente. Se você já possui um chinchila, não o adapte antes de fazer uma quarentena para certificar de que o chinchila recém- adquirido não possui enfermidade transmissível , preservando a saúde do chinchila que já estava em sua casa. 

Protected by Copyscape Plagiarism Detection
Crie um site gratuito com o Yola.