Ambiente                                                                           

O ambiente em que o chinchila é criado deve ser fresco e ventilado porém sem correntes de ar. 

O chinchila é um animal muito tímido e por isso o local onde irá ficar deve ser calmo. Por ser um animal de hábitos noturnos, não é indicado para conviver seu quarto se você tiver o sono leve. Ao anoitecer ele torna-se ativo, fazendo um barulho razoável na gaiola ao saltar e tentar roer as grades.

Evite locais de alta umidade. A umidade do ambiente deve estar entre 40% e 60% para evitar a proliferação de fungos que não somente afetam a saúde do seu chinchila como também na condição ideal de estocagem dos alimentos e dos outros produtos.

Um fator importantíssimo e que jamais deve ser esquecido: o local não deve atingir temperaturas superiores a 28ºC e para atender a este requisito essencial na criação do seu chinchila, você pode:

  • colocar pedras resfriadoras na gaiola;
  • manter o ar circulando pelo ambiente;
  • colocar eletrodomésticos como ventilador, circuladore de ar ou ar condicionado;
  • fazer uma toca climatizada adaptando a gaiola do seu chinchila.
Observação importante: se o ambiente for abafado, quente e úmido, não recomendamos a criação do chinchila se não puder adaptar o ambiente para sua criação.

Para climatizar o ambiente... ventilador, circulador de ar, ar condicionado, climatizador, umidificador ou toca climatizada?

Em primeiro lugar você precisa certificar-se de que o local não ultrapassa os 28ºC no horário mais quente. Lembre-se que quedas de energia são imprevisíveis e seu chinchila não deve pagar com sua vida tal descuido.

Desta forma, as soluções que apresentamos aqui referem-se a manter o ambiente mais fresco nos dias quentes para que seu chinchila sofra desnecessariamente.


Ventilador ou circulador de ar

São, dentre as formas citadas, as formas mais econômicas para manter o ar circulando no ambiente. Para tornar a utilização mais eficaz, você pode colocar garrafas pet com água congelada na frente do aparelho, proporcionando uma brisa refrescante ao seu chinchila. Lembre-se de colocar algo para absorver ou conter a umidade que desprenderá da garrafa (evite colocá-la em cima da gaiola para não molhar o seu chinchila!). A principal diferença entre os dois é na forma como distribuem o ar: o ventilador foca, concentrando e direcionando o vento e o circulador distribui homogeneamente, fazendo circular o ar, 'espalhando' o vento. Prefira adquirir os de uso comercial. Ao optar por um circulador, opte pelo que possui grades giratórias. Procure aparelhos com fusível térmica de segurança, que garante o desligamento do aparelho em caso de superaquecimento.

 


Climatizador de ar

Sua função é climatizar o ambiente através da circulação do ar e da evaporação da água, amenizando o calor e umidificando o ar. O climatizador só é eficiente se instalado em ambiente em que a umidade relativa do ar é baixa, pois ele abaixa a temperatura umidificando o ambiente. Quanto menor a umidade do ambiente, maior é a capacidade do climatizador abaixar a temperatura. O climatizador chega a ser 9 vezes mais econômico que um ar condicionado no quesito consumo de energia. Não faz uso de gases de refrigeração, mas deve ser continuamente abastecido com água para manter seu funcionamento. Alguns modelos (como o exibido ao lado, da Philco) possuem um compartimento para gelo artificial, ajudando a refrescar ainda mais o ambiente. Dizem que o climatizador é mais econômico que um ventilador. Atenção: não sei informar sobre proliferação de fungos devido à utilização deste aparelho.

 Umidificador

O umidificador não tem a função de climatizar ou amenizar a temperatura... apenas de umidificar o ambiente que deve possuir umidade relativa do ar abaixo de 40% para tornar sua utilização eficiente. Tem a função de melhorar a qualidade do ar, umidificando o ambiente extremamente seco e auxiliando o controle de problemas respiratórios e problemas de saúde.

Ar condicionado

É o mais caro com certeza devido aos gastos que incluem a compra do aparelho, a instalação e a conta de energia elétrica.

Costuma deixar o ar seco, diminuindo consideravelmente a umidade do ar. Sua função é trocar o ar quente por um ar gelado e sua potência (em BTUs) vai depender de um cálculo feito com os dados da metragem do ambiente, a quantidade de pessoas que circularão pelo cômodo e a quantidade de aparelhos eletrônicos. 

Ele pode ser:

  • portátil: possui um dos maiores valores entre os modelos de ar condicionado, mas pode compensar pela sua praticidade. É indicado nos casos em que você não pode quebrar a parede ou instalar partes externas (condomínios por exemplo) e precisa de ar condicionado em mais de um ambiente da casa, porém não ligados ao mesmo tempo. Ele acumula água durante o seu funcionamento e a maioria dos modelos possui um reservatório de água que ao encher-se completamente, desliga o aparelho de forma automática. Desta forma, quanto mais úmido o ambiente, mais água irá produzir. Uma maneira de não interromper o seu funcionamento é adaptar uma mangueira de forma a direcionar a água do reservatório para outro recipiente ou ralo. Você deve direcionar a tubulação do ar quente produzido pelo ar condicionado portátil para uma janela, porta ou um furo na parede. Este modelo tem a vantagem de não necessitar de reformas na construção do local nem de técnicos para sua instalação, você mesmo compra e pode fazer as pequenas adaptações citadas acima;
  • de janela: dentre os tipo de ar condicionado, este geralmente é o de menor valor. Possui a parte evaporadora na mesma peça da parte condensadora. Desta forma, é necessário abrir uma 'janela' nas dimensões do aparelho na sua parede para fazer a instalação deste tipo. Devido a seu sistema funcionar em uma única peça, o barulho é mais forte do que no tipo split, em que a parte responsável pelo ruído fica na parte externa e esta geralmente é instalada do lado de fora da casa.
  • split: possui a parte evaporadora (interna) separada da condensadora (externa), o que diminui o ruído pois o motor fica na parte externa. Para sua instalação basta um furo na parede para passar os tubos que fazem a conexão entre as partes, não sendo necessário abrir uma 'janela' na parede. A desvantagem deste aparelho é que necessita de instalação feita por um técnico especializado e isto é caro, no valor médio de R$ 500,00 (valor orçado em março de 2011).

Nem pense em colocar um no-break para casos de queda de energia. Em uma cotação recente (abril de 2011), o valor total para adquirir um no-break mais as baterias externas para suprir a energia de um ar condicionado split de 12000 BTUs em caso de queda de energia beira os R$ 25.000,00. Não digitei errado, nem você teve ilusão de ótica e viu zeros a mais... é isso mesmo: vinte e cinco mil reais.

O ar condicionado não contribui muito para o meio ambiente, emitindo gás refrigerante HCFC que prejudica a camada de ozônio. Outros gases utilizados alternativamente ao HCFC contribuem ao efeito estufa ou são tóxicos. 


Atenção: após aquisição de um dos aparelhos acima, consulte o manual técnico para utilizá-lo da forma correta. Lembre-se que a maior parte dos aparelhos é para uso doméstico e muitas horas de funcionamento podem superaquecer o motor do aparelho correndo risco de incêndios. Evite deixar o aparelho sem supervisão.

Toca climatizada

Esta opção de climatização irá favorecer somente a seu chinchila, enquanto que as opções anteriores poderão certamente trazer algum benefício e conforto também às pessoas da casa. Com a compra de alguns materiais simples você pode construí-la para seu chinchila. Para manter a temperatura e umidade interna controlada, é interessante você instalar um higrômetro. O único trabalho é estabelecer um 'timing' para a substituição do gelo artificial. A maior vantagem no caso da toca climatizada perante as anteriores é não precisar de energia elétrica e se houver queda de energia, você não entrará em desespero. Lembre-se que a diferença entre a temperatura interna da toca e a temperatura exterior não deve ser muito grande a fim de se evitar um choque térmico no chinchila. Para ter acesso ao tutorial da colaboradora Tatiane Coutinho ensinando como fazer uma toca térmica clique: Roteiro para confeccionar uma toca climatizada (o tutorial está em PDF e será aberto em uma nova janela do seu navegador).

Protected by Copyscape Web Copyright Checker
Crie um site gratuito com o Yola.